19/06/2019 às 14:06:00

Existe Política nos quadrinhos? - Por Jeann Medeiros

Quadrinhos e Política se misturam?

 

A política e os quadrinhos não são e nunca estarão distantes uma da outra, não são uma conversa sem propósito, ou diálogos meramente opinativos.

 

Pensar política

 

Hoje e sempre devemos pensar política como um processo de aprendizado, onde a discussão – saudável – nos traz apenas elevação no pensamento crítico. Isto é, não existe outra forma de se chegar a alguma razão sobre determinado assunto se não for através do diálogo. Será que podemos ver isso em algumas obras?  Veremos.

 

Eu sou o Jeann Medeiros da Silva, e iremos refletir sobre como é retratado a questão da política dentro de algumas obras e de que forma poderemos utilizar delas para uma compreensão da realidade.

 

As artes e suas influências

 

Primeiro devemos pensar sobre o papel das obras como um todo. Para isto, trago para a conversa de hoje, dois exemplos de histórias em quadrinhos: Guerra Civil e Watchmen.

 

Não tenho certeza se vocês concordam comigo, mas na nossa história, podemos dizer que houve eventos onde há muito a se refletir sobre, como vimos em textos passados aqui no CINESOFIA sobre por exemplo o caso de Chernobyl. Dele extraímos uma série de obras que a seu modo, trazem narrativas diferentes sobre o ocorrido, e um bom exemplo de narrativa talvez possa ser o gigantesco Godzilla, que traz uma forma de pensar Hiroshima e Nagasaki. Outra obra é a HQ de Watchmen que utiliza o período de guerra fria para introduzir um mundo, uma realidade.

 

É nesse sentido que devemos observar as artes e suas influências, pelo menos neste texto, onde a nossa realidade interfere nas criações e narrativas dentro das obras de arte, cinema, quadrinhos, jogos. Todas elas são formas de se comunicar, de nos dizer algo, e como o proposito do artista está muito longe de nós, devemos por si mesmo observar as obras e tirarmos nossas conclusões.

 

+++Leia também: PORQUE O CINESOFIA NÃO SE ENVOLVE NESSA BRIGA ENTRE DIREITA E ESQUERDA

 

Guerra Civil, da Marvel Comics

 

Resultado de imagem para guerra civil marvel

 

O mundo está mudando, o governo quer que os heróis entrem em um sistema de reconhecimento, onde devem se apresentar para o mundo para que o próprio governo saiba quem são.

 

Esse é um problema político, como podemos observar tanto no arco mostrado no filme quanto nos quadrinhos. Em ambos, a questão é a mesma – política – pois vemos em ambos, a tensão sobre os super-heróis, divididos, entre os que preferem aderir e entrarem para o sistema de catalogação e os que acreditam que isso não deveria acontecer. Na história todos tem seus motivos, e se vocês conhecem os quadrinhos, tentem voltar à memória sobre todas as decisões tomadas dentro da história, os papeis dos personagens na trama, mortes e uma gigantesca guerra civil.

 

Sobre esta perspectiva podemos observar sobre o nosso mundo atual, como se dão as relações entre o governo e pessoas civis, entre governantes e militares etc. O objetivo aqui é tentar criar uma comoção para o entendimento destas obras para que possamos através delas pensar o real, a nossa vida – resguardadas as proporções.

 

+++ Leia também: CHARLIE HEBDO, A MISOGINIA, A LIBERDADE DE EXPRESSÃO E O FEMINISMO AMAZONA

 

Watchmen da DC Comics

 

Resultado de imagem para watchman

 

Podemos pensar Watchmen da mesma forma que os anteriores mencionados. Se vocês assistiram o filme apenas, sugiro que deem umas folhadas nos quadrinhos: não iram se arrepender – eu prometo. Por hora fiquemos apenas com o filme.

 

O filme nos mostra um mundo diferente onde há super-heróis duvidosos. Como vocês podem perceber, muito dos elementos do filme são retiradas do mundo real, como um retrato caricato do padrão de homem americano com o personagem Comediante, e uma amostra do poderio que podemos alcançar com a manipulação com energia nuclear, diretamente ligada a guerra fria diga-se de passagem.

 

Como podemos ver e observar atentamente, nestes exemplos de quadrinhos, política é retratada de forma crítica aos acontecimentos na história.

 

A Política e Quadrinhos.

 

Os quadrinhos vivem ao redor da realidade, trazendo questões, avaliando situações e probabilidades, sempre de forma crítica e precisa em suas indagações. Devemos observar com bons olhos para os quadrinhos e sempre utilizar da mesma artimanha: a crítica.

 

Pensar política nos quadrinhos, é pensar a própria realidade através de uma nova ótica, observando os papeis protagonizados, seus contextos e narrativas.

 

Quadrinhos são uma caldeira de problematizações a serem questionadas e introduzidas no nosso imaginário, e somente você leitor e amante do Cinesofia pode revelar seus saberes para nós.

 

O que podemos tirar de proveito de tudo isso? Por favor deixe nos comentários.

› Compartilhe este Post
Leia Também

06/11/2019 às 20:47:00

‘Tá Rindo de quê?’ – Humor e ditadura - Por Marcelo Castro

Após o golpe de 1964 a área artística do humor foi perseguida e a liberdade de expressão foi reprimida de uma forma muito ...

CONTINUE LENDO

25/10/2019 às 17:05:00

‘Girl’ – Conhece a Ti Mesmo - Por Marcelo Castro

  No francês “Azul é Cor Mais Quente” (2013) testemunhávamos uma jovem enfrentando uma busca pessoal, em tenta...

CONTINUE LENDO

15/10/2019 às 15:58:00

Oito Grandes Professores do Cinema (e duas SUPER menções honrosas...)

Nosso carinho aos mestres!

CONTINUE LENDO

05/09/2019 às 12:40:00

'Era Uma Vez no Oeste' - A desconstrução de um gênero - por Marcelo Castro

 Na cena final do clássico “Rastros do Ódio” (1956) de John Ford, o protagonista (John Wayne) está levando de vo...

CONTINUE LENDO

21/08/2019 às 14:44:00 | por Rafael Alves

Arte-terapia: jovem usa a arte para ajudar a curar sua depressão

Arte salva s2

CONTINUE LENDO

Receba Novidades


Top